“As condições políticas que forçam jornalistas, escritores e artistas a deixar seus países não são facilmente evitáveis.”

Meu nome é Tesfagiorgis Habte. Graduei-me em jornalismo e comunicação de massa pela Universidade de Asmara. Sou jornalista e escritor eritreus. Eu escrevo ambos em Tigrigna – minha língua materna – e em inglês. Eu também tenho um vasto leque de experiência como professor e agente de relações públicas. CABRA: Por que você teve que sair do seu país? Saí do meu amado país e família pelos meros motivos de encontrar um refúgio seguro para mim. Fui preso por mais de quatro anos, dos quais passei exatamente três anos e sete meses numa pequena cela de prisão. Eu, juntamente com … Continuar lendo “As condições políticas que forçam jornalistas, escritores e artistas a deixar seus países não são facilmente evitáveis.”

a escrita como ativismo

“A experiência do exílio foi a chance de ser a voz das pessoas silenciadas em Mosul e no Iraque, em geral. Escrevi sobre os artistas, sobre o seu trabalho e sobre como veem as coisas e a situação em geral, no Iraque.” Leia aqui a entrevista completa com Ashraf Atraqc, que é jornalista, crítico de arte e curador iraquiano. Foi hospedado na cidade-refúgio de Estocolmo, na Suécia. https://cabrarede.wordpress.com/ashraf-atraqchi/ Continuar lendo a escrita como ativismo