A importância das cidades-refúgio para pessoas perseguidas

Sabine Gimbrère é diretora do Escritório Internacional na Prefeitura de Amsterdã (Holanda). Ela foi Assessora de Relações Internacionais do Ministério da Educação, da Cultura e da Ciência da Holanda por 9 anos. A Prefeitura de Amsterdã colabora com a ICORN e Sabine Gimbrère nos conta sobre essa experiência. CABRA: Por que você se envolveu com a ICORN? Amsterdã se apresenta como uma capital internacional. Por mais de 400 anos, Amsterdã tem sido um refúgio para pessoas perseguidas em todo o mundo. Hoje, a cidade ainda é uma cidade dos direitos humanos. CABRA: Que tipo de atividades você organiza com a ICORN? … Continuar lendo A importância das cidades-refúgio para pessoas perseguidas

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia “

Peter Gustavson é conselheiro da cidade de Uppsala e presidente do Conselho de Assuntos Culturais em Uppsala, Suécia. Uppsala ingressou na ICORN em 2010, mas começou como refúgio seguro para escritores perseguidos em 2008, em colaboração com o PEN sueco. Desde então, Uppsala hospedou três escritores convidados: Taslima Nasrin (Bangladesh), Anisur Rahman (Bangladesh) e Sedigheh Vasmaghi (Irã).   CABRA: Por que você está envolvido com a ICORN? Estou envolvido com a ICORN, porque a liberdade de expressão é a base de uma democracia e penso que as cidades devem fazer parte da proteção de escritores e artistas necessitados de refúgio. CABRA: … Continuar lendo “A liberdade de expressão é a base de uma democracia “

O Brasil pode contribuir para a liberdade de imprensa e de expressão

Ghias Aljundi é defensor dos Direitos Humanos, com sede, atualmente, em Londres. Desenvolve e coordena oficinas de desenvolvimento de projetos, monitoramento e avaliação, comunicação e financiamento, além de oferecer serviços de consultoria a organizações individuais. CABRA: Por que você está envolvido com a ICORN? Estou envolvido com a ICORN nos últimos 8 anos, porque a organização fornece segurança para escritores perseguidos e jornalistas. CABRA: Que tipo de atividades você organiza com a ICORN? Este ano, participei de um workshop onde apresentei minha experiência no treinamento seguro de jornalistas (físicos e digitais). No passado, forneci a ICORN a pesquisa sobre os casos … Continuar lendo O Brasil pode contribuir para a liberdade de imprensa e de expressão

As cidades aprendem com os escritores

Justyna Jochym é presidente das Cidades de Literatura UNESCO. Ela trabalha no Escritório do Festival de Cracóvia como Chefe de Desenvolvimento e Cooperação Internacional e nos fala da importância de desenvolver iniciativas que contribuiam para um mundo mais equilibrado e democrático. CABRA: Por que você está envolvida com a ICORN? A cidade de Cracóvia está envolvida com a ICORN, porque faz parte da nossa estratégia como “Cidade das Portas Abertas”, bem como de nosso programa da Cidade da Literatura da UNESCO. Orgulhamo-nos de ser uma cidade aberta, amigável e multicultural, e espero continuar a promovê-la como tal. O programa ICORN ajuda-nos a divulgar … Continuar lendo As cidades aprendem com os escritores