Plano estratégico da ICORN 2014-2018

Metas e objetivos

A ICORN é uma organização internacional independente de cidades e regiões de refúgio, que oferecem locais seguros para escritores perseguidos[1], estimulando a liberdade de expressão, defendendo valores democráticos e promovendo a solidariedade internacional.

A meta principal para o período de 2014 a 218 é aumentar o alcance e o impacto da organização. Por meio da assistência a mais escritores candidatos, recrutamento de mais cidades membros e cooperação intensiva com organizações compatíveis no mundo todo, pretendemos que a ICORN se torne o principal sistema de colocação de longo prazo para escritores em situação de risco, formando uma rede global dinâmica e sustentável.

Para alcançar essa meta, trabalharemos para:

  • Consolidar a desenvolver mais a governança da organização
  • Fortalecer os acompanhamentos dos escritores em todas as fases da colocação
  • Estabilizar as fundações financeiras e desenvolver estratégias de financiamento efetivas
  • Desenvolver novas ferramentas para comunicação e promoção
  • Construir e compartilhar o conhecimento sobre a mobilidade e a imigração global
  • Estender e multiplicar parcerias e iniciativas de cooperação no mundo todo
  • Explorar potenciais para expansão de escopo
  • Expandir geograficamente

 

Uma organização consolidada e fortalecida

As cidades membros constituem os principais recursos da ICORN. Elas são a base das atividades da rede, tanto em nível nacional quanto internacional. A prioridade principal nos próximos anos é transformar a ICORN em um fórum global para compartilhar, trocar ideias e aprender. Nossa meta é aumentar o sentido de responsabilidade de cada membro para com a organização.

Com foco nas atividades essenciais da ICORN, o centro de administração facilitará a comunicação e a capacidade de desenvolvimento em áreas como atividades literárias, liberdade de expressão, migração e exílio, integração e intercâmbio social e artístico. A ICORN tem que ser ao mesmo tempo sólida e flexível para atender aos desafios que estamos enfrentando com o crescimento rápido. As cidades membros individuais constituem a espinha dorsal da ICORN e seus personagens individuais tornam a ICORN flexível.

Concretamente, serão tomadas medidas: a) para desenvolver a capacidade do pessoal nas cidades da ICORN de se conectarem e colaborarem de forma transnacional, a fim de melhorar suas próprias capacidades, bem como criar uma melhor mobilidade de escritores da ICORN e seu trabalho; b) para desenvolver a capacidade das cidades da ICORN de apoiar o desenvolvimento profissional dos escritores abrigados e melhorar sua empregabilidade local, nacional e transnacional e c) para testar e disseminar informações sobre modelos sustentáveis para fornecer aos escritores convidados habilidades e know-how, contatos e acesso a outras oportunidades de desenvolvimento profissional a fim de aumentar sua capacidade de gerirem e sustentarem carreiras internacionais.

 

Um ciclo de colocação fortalecido

A ICORN aumentará sua visibilidade e alcance, comunicando as opções de colocação a uma quantidade máxima de candidatos relevantes.

Uma assinatura vital da marca ICORN, sua identificação e seus procedimentos de candidatura e qualificação únicos serão mais desenvolvidos. O novo acordo com o PEN International WiPC (2014-2017) será utilizado para aumentar a quantidade de avaliações completas de escritores, e a qualidade e a eficácia do processo serão aperfeiçoadas.

Serão mobilizados mais recursos para o centro de administração da ICORN, para manipular as candidaturas dos escritores de forma eficiente e ágil. Isso inclui o acompanhamento de cada escritor e a identificação e implementação de boas combinações entre escritores candidatos e cidades membros.

A ICORN trabalhará com o escritor e a cidade membro mesmo antes do início do processo de colocação, para preparar uma estada otimizada e identificar medidas futuras viáveis para o escritor quando a colocação chegar ao fim.

 

Finanças estabilizadas, estratégias eficazes de financiamento

A ICORN terá que realizar uma gestão eficaz, transparente e dinâmica da rede. O centro de administração terá que garantir seu financiamento de curto, médio e mais longo prazos, por meio de cooperação com vários parceiros de financiadores. Visando o comprometimento de longo prazo, resultados tangíveis e confiabilidade, a ICORN expandirá seu foco na transparência, boa governança e eficiência como essencial na construção da confiança junto aos financiadores.

Mantendo e desenvolvendo as relações com seus parceiros financiadores atuais, a ICORN trabalhará para estabelecer uma base mais sólida de financiamento de custos essenciais (irrestrito). Para manter a necessária autonomia e integridade da organização, desenvolveremos um equilíbrio adequado entre financiamento municipal/governamental/intergovernamental e não governamental/privado.

A ICORN trabalhará mais para atrair financiamento de projetos (restrito), tanto para cobrir despesas das atividades realizadas pela rede quanto para preencher lacunas quando a cobertura dos custos essenciais não estiver garantida. A identificação de novas fontes e formas de financiamento também é de alta prioridade, assim como estratégias de expansão e comunicação sustentadas, cobertas por este plano.

 

Comunicação intensificada, promoção diversificada

Comunicação é algo totalmente essencial para uma organização como a ICORN. Serão tomadas medidas a partir de 2014 para estimular e facilitar uma comunicação de duas vias entre a organização e as cidades membros, entre o centro de administração e os escritores convidados, bem como internamente entre os membros e entre os escritores. O novo site da ICORN (a ser lançado no final de 2014) representará uma ferramenta poderosa para melhorar e aumentar a comunicação tanto interna quanto externa nos próximos anos.

A ICORN trabalha com as cidades membros e outros parceiros para promover os escritores convidados e seu trabalho, em termos locais, nacionais e internacionais. Além disso, por meio da moderna tecnologia disponibilizada para as cidades anfitriãs, um maior número de escritores poderá atingir a mídia e as plateias em seus países natais, às quais tiveram acesso impedido antes de partirem.

A ICORN solicita fundos para a rede na União Europeia e em outras fontes, para aumentar sua capacidade de promover seus escritores. O centro de administração também facilitará e fará recomendações a suas cidades membros para trabalharem juntos e levantarem fundos para projetos de cooperação dentro do programa Europa Criativa da União Europeia e/ou outros esquemas e programas promocionais.

Ademais, a ICORN intensificará seu trabalho para promover e desenvolver a marca da organização, tanto na mídia, quanto por meio de parceiros e dentro de redes e ambientes mais amplos. A promoção focará em organizações que trabalham com escritores perseguidos, outras organizações relevantes, financiadores em potencial e futuros membros, tomadores de decisões e autoridades legais em nível local, nacional e transnacional (incluindo a União Europeia e o Reino Unido) e o público em geral.

O Conselho de Escritores e Especialistas (ICWE) da ICORN foi criado nos primórdios da existência da organização, mas esteve adormecido nos últimos dois anos. Uma nova reunião geral de embaixadores será restabelecida a partir de 2014 para promover a organização, os escritores convidados e as cidades membros.

 

Mobilidade global e imigração

Por ser um sistema de colocação de longo prazo, é claro que a ICORN fica vulnerável quando confrontada com barreiras de vistos, migração e restrições à movimentação entre nações e continentes.

A maior parte do trabalho com autoridades de imigração, solicitações de visto e permissões de residência é realizada pelas cidades individuais. Mesmo assim, tanto o centro de administração quanto a rede se beneficiam de um entendimento mais profundo de regras, regulamentos e possibilidades quando se trata de migração internacional. Como parte da construção de capacidade e desenvolvimento da ICORN, tanto coordenadores locais quanto o pessoal do centro de administração serão capazes de ajudar e aconselhar os escritores, tanto dentro da rede quanto na lista de espera de questões de imigração e residência.

A ICORN continuará a trabalhar e receber aconselhamento sobre imigração vindo de órgãos especializados, como o Conselho Europeu de Refugiados e Exílios (ECRE).

 

Parceiras multiplicadas e cooperação internacional

A ICORN é uma organização independente, mas também, em sentido vital, uma organização interdependente e está, assim, continuamente estendendo sua rede de parceiros em todos os principais setores de suas atividades.

O PEN International ainda é o parceiro mais importante da ICORN. Além do acordo sobre avaliação de candidaturas, a rede do PEN também é importante no recrutamento de novas cidades, e não somenos, serve de ligação com escritores em situação de risco no mundo todo. Membros do PEN, tanto individuais quanto de PEN clubs locais, são também um recurso potencial para a construção de redes para os escritores nas cidades da ICORN.

Ademais, a ICORN está estendendo e aprofundando suas relações com um número cada vez maior de Organizações da Sociedade Civil que trabalham com escritores/direitos humanos/liberdade de expressão, além de órgãos públicos, governamentais e intergovernamentais relevantes. Uma rede fortalecida, diversidade e multiplicada de parceiros de cooperação relevante será uma pré-condição vital para o futuro desenvolvimento e crescimento da ICORN.

 

Expansão de escopo

O crescimento e a expansão da ICORN especialmente desde 2010 tornou a organização consideravelmente mais conhecida junto a todas as organizações comprometidas com questões globais envolvendo direitos humanos/liberdade de expressão. Ainda fiel a suas raízes e identidade como uma organização que trabalha em primeiro lugar para proteger e promover escritores, a ICORN vem trocando ideias e experiências com atores envolvidos na proteção de defensores de direitos humanos, por um lado, e músicos e artistas, por outro.

A ICORN continuará a trabalhar junto à Comissão Europeia e outros atores, desenvolvendo plataformas de cooperação para o compartilhamento de dados, ideias e experiências. Ao perceber que não somente escritores, mas também artistas são alvos de perseguição, e precisam de abrigo, várias organizações artísticas estão abordando a ICORN para consulta e cooperação.

A definição de escritor da ICORN vem se expandindo desde que a rede foi criada. Enquanto o foco principal em 2006 eram os autores literários (novelistas, poetas), a atenção logo se voltou para gêneros menos literários, blogueiros, publicitários, editores, jornalistas. Uma virada mais criativa pode ser retraçada mais tarde, com dramaturgos, cineastas, cantores/compositores e cartunistas solicitando colocações na ICORN. Várias cidades membros estão atualmente expressando um desejo de convidar também outros artistas cuja liberdade de expressão foi gravemente ameaçada, incluindo artistas visuais e músicos.

A ICORN trabalhará para explorar mais desafios e propostas a fim de estender o alcance de nossa organização, Quando do reconhecimento pela Assembleia Gerald de 2014, um período de teste permitindo que cidades convidem artistas visuais e músicos perseguidos será implementado, desde que avaliações de candidaturas e procedimentos de qualificação equivalentes ao sistema da ICORN atual sejam postos em funcionamento. Uma avaliação do escopo expandido ocorrerá antes da Assembleia Geral da ICORN em 2018.

 

Expansão geográfica

Em crescimento firme desde que começou a operar em 2006, a ICORN atualmente se estabilizou em cerca de 40 cidades/regiões membros. A meta para os próximos quatro anos é continuar a consolidar e crescer consideravelmente ainda mais. Com uma base escandinava muito sólida, as atividades estão se expandindo para recrutar novas cidades membros em outras partes das Europa.

Nos últimos dois anos, a ICORN começou a preparar o recrutamento também fora da Europa. Nos próximos anos, esse trabalho será intensificado. Será dada prioridade ao recrutamento de novos membros nas Américas, mas a ICORN continuará seu trabalho de estabelecimento de cidades de refúgio na América do Sul e na Austrália.

O esforço de recrutamento inclui encontrar as possíveis cidades candidatas, identificar parceiros de longo prazo na cidade, garantir a dedicação à carta da ICORN e às obrigações da cidade definidas no contrato de associação. Ao passo que a ICORN continuará a manter relações bilaterais singulares com cada cidade/região membro, a estratégia de expansão global acentuará a necessidade de determinados níveis de descentralização e distribuição potencial de responsabilidades em polos regionais. A ICORN implementará, em cooperação com cidades membros atuais e futuras, projetos para manter um desenvolvimento efetivo, sustentável e abrangente da organização.

 

Tradução : Teresa Carneiro Dias

[1] O termo “escritor” neste texto inclui, mas a isso não está limitado, romancistas, escritores de não ficção, dramaturgos, compositores, blogueiros, poetas, editores, tradutores, redatores, jornalistas e cartunistas.

Anúncios