As cidades aprendem com os escritores

Justyna Jochym é presidente das Cidades de Literatura UNESCO. Ela trabalha no Escritório do Festival de Cracóvia como Chefe de Desenvolvimento e Cooperação Internacional e nos fala da importância de desenvolver iniciativas que contribuiam para um mundo mais equilibrado e democrático. CABRA: Por que você está envolvida com a ICORN? A cidade de Cracóvia está envolvida com a ICORN, porque faz parte da nossa estratégia como “Cidade das Portas Abertas”, bem como de nosso programa da Cidade da Literatura da UNESCO. Orgulhamo-nos de ser uma cidade aberta, amigável e multicultural, e espero continuar a promovê-la como tal. O programa ICORN ajuda-nos a divulgar … Continuar lendo As cidades aprendem com os escritores

“Eu queria trazer meu pai comigo e todos os valores que ele representava.”

Sonali Samarasinghe é jornalista, advogada e ex-diplomata do Sri Lanka, foi hospedada na cidade refúgio de Ithaca, estado de Nova York. Trabalha atualmente como diplomata sênior na Missão do Sri Lanka, junto às Nações Unidas, em Nova Iorque, em estreita colaboração com a ONU, no campo do Direito, com ênfase em assistência humanitária, igualdade de gênero, manutenção da paz e assuntos políticos. Samarasinghe foi expulsa de seu país com ameaças à sua vida e à membros de sua família. Eles emigraram para os Estados Unidos, onde ela fundou o site The Lanka Standard (http://www.lankastandard.com), do qual continua sendo a editora-chefe.   … Continuar lendo “Eu queria trazer meu pai comigo e todos os valores que ele representava.”

Fui forçado a deixar minha cidade natal

… Então fui embora com nada, Continuei andando sem rumo, Olhando para o horizonte, Dizendo à minha alma desesperada: ‘Você teve uma casa que o abrigou, e uma vida. Agora tudo se foi, você está perdido, nenhum lar, nenhum refúgio nada.’   Mas então tive um vislumbre no mesmo horizonte, E vi uma terra generosa, abençoada, maravilhosa e amável Apontando para mim como se estivesse me convidando, sussurrando: ‘Sameer você nunca deve se preocupar! Porque sou a Eslovênia, sua nova cidade natal! ‘ Por isso, muito obrigado, Eslovênia, Muito obrigado, Ljubljana. Lepa hvala, Slovenija. Lepa hvala, Ljubljana.” Sameer Abdullah Sayegh … Continuar lendo Fui forçado a deixar minha cidade natal

a escrita como ativismo

“A experiência do exílio foi a chance de ser a voz das pessoas silenciadas em Mosul e no Iraque, em geral. Escrevi sobre os artistas, sobre o seu trabalho e sobre como veem as coisas e a situação em geral, no Iraque.” Leia aqui a entrevista completa com Ashraf Atraqc, que é jornalista, crítico de arte e curador iraquiano. Foi hospedado na cidade-refúgio de Estocolmo, na Suécia. https://cabrarede.wordpress.com/ashraf-atraqchi/ Continuar lendo a escrita como ativismo

Post fixo

Pela liberdade de expressão

“Como derrotar baratas?” Propus 9 métodos engraçados para eliminá-las e o primeiro método era “conversar com uma barata”.  Infelizmente, algumas pessoas azeri (povo de origem turca do norte do Irã) tomaram isso como uma piada anti azeri. Mana Neyestani e o editor da revista foram detidos e mandados para a prisão 2009. Em liberdade provisória, Neyestani decide fugir com sua mulher. Comovente e perturbadora, o livro Uma metamorfose iraniana é um mergulho em apneia no sistema totalitário kafkiano instaurado pelo regime iraniano. A CABRA entrevistou o cartunista em Paris. 1) Porque você teve que deixar o seu pais? Em 2006, uma ilustração que fiz para crianças, … Continuar lendo Pela liberdade de expressão