Conheça a iniciativa ProtectDefenders

Guus Van Zwoll é coordenador da Plataforma de Deslocamento Temporário da UE (EUTRP), no ProtectDefenders.eu e conversou com a CABRA sobre a defesa de direitos humanos em risco. CABRA: Por que você se envolveu com a ICORN? O  ProtectDefenders.eu está conectado com a ICORN de duas formas distintas: Em primeiro lugar, a ICORN é um dos membros iniciais da chamada Plataforma de realocação temporária da UE, uma plataforma que liga mais de 50 organizações que estão trabalhando em realocações temporárias de defensores dos direitos humanos em risco. Através dessa plataforma, eles discutem casos com outras ONGs e compartilham as melhores … Continuar lendo Conheça a iniciativa ProtectDefenders

Conheça o SafeMUSE, uma iniciativa que apoia músicos, compositores e artistas em risco

Jan Lothe Eriksen é um ex-músico e violoncelista da Stavanger Symphony Orchestra, vice-presidente da Norwegian Musicians’ Union, diretor administrativo da Norwegian Traditional Music and Dance Association / Norwegian Traditional Music Agency, e iniciador e primeiro diretor da Riksscenen, circuito nacional de música tradicional e dança. Jan iniciou o SafeMUSE junto com o Norwegian Musicians’ Union, em 2011, em estreita cooperação com o Freemuse, e hoje atua como diretor do SafeMUSE Project. Tem trabalhado durante alguns anos como violoncelista com o artista Sami Torgeir Vassvik. Jan Lothe Eriksen conversou com a CABRA sobre o trabalho desenvolvido pela ICORN e a colaboração … Continuar lendo Conheça o SafeMUSE, uma iniciativa que apoia músicos, compositores e artistas em risco

O programa Artist in Residence, com Johanna Lindstrom

Atualmente trabalho como Coordenadora do Programa de Residência Literária e Cidades de Refúgio em Västra Götaland, na Suécia. Começamos um novo programa, Artist in Residence, para escritores e tradutores, aberto a convidados internacionais. Dê uma olhada no nosso site: http://www.airlitteraturvastragotaland.se. Já trabalhei como professora, em diferentes museus, como produtora de exposições e escritora de manuscritos para exposições, além de coordenadora de festivais literários. Minha educação da Universidade de Gotemburgo combina literatura, história de ideias e ciência, história da arte e filosofia. Johanna Lindstrom, coordenadora do Programa de Residência Literária e Cidades-Refúgio em Västra Götaland, na Suécia.   CABRA: Por que você … Continuar lendo O programa Artist in Residence, com Johanna Lindstrom

Diversidade literária para as cidades-refúgio

Adria Cristina Scharmen nos conta: “Sou coordenadora da ICORN em Trondheim e tenho um forte compromisso com a liberdade de expressão e a diversidade cultural. Sou nativa do México e dos EUA e morei pelo mundo, durante a maior parte da minha vida. Estudei Antropologia Social e Literatura, nos EUA, e trabalhei na Espanha e na China. Depois passei para um Mestrado em Estudos Internacionais de Paz, na Universidade da Paz da ONU, na Costa Rica, com foco em migração e em desenvolvimento humano. Tenho vivido na Noruega, nos últimos 5 anos, onde trabalho com resgate de refugiados com o … Continuar lendo Diversidade literária para as cidades-refúgio

A importância das cidades-refúgio para pessoas perseguidas

Sabine Gimbrère é diretora do Escritório Internacional na Prefeitura de Amsterdã (Holanda). Ela foi Assessora de Relações Internacionais do Ministério da Educação, da Cultura e da Ciência da Holanda por 9 anos. A Prefeitura de Amsterdã colabora com a ICORN e Sabine Gimbrère nos conta sobre essa experiência. CABRA: Por que você se envolveu com a ICORN? Amsterdã se apresenta como uma capital internacional. Por mais de 400 anos, Amsterdã tem sido um refúgio para pessoas perseguidas em todo o mundo. Hoje, a cidade ainda é uma cidade dos direitos humanos. CABRA: Que tipo de atividades você organiza com a ICORN? … Continuar lendo A importância das cidades-refúgio para pessoas perseguidas

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia “

Peter Gustavson é conselheiro da cidade de Uppsala e presidente do Conselho de Assuntos Culturais em Uppsala, Suécia. Uppsala ingressou na ICORN em 2010, mas começou como refúgio seguro para escritores perseguidos em 2008, em colaboração com o PEN sueco. Desde então, Uppsala hospedou três escritores convidados: Taslima Nasrin (Bangladesh), Anisur Rahman (Bangladesh) e Sedigheh Vasmaghi (Irã).   CABRA: Por que você está envolvido com a ICORN? Estou envolvido com a ICORN, porque a liberdade de expressão é a base de uma democracia e penso que as cidades devem fazer parte da proteção de escritores e artistas necessitados de refúgio. CABRA: … Continuar lendo “A liberdade de expressão é a base de uma democracia “

O Brasil pode contribuir para a liberdade de imprensa e de expressão

Ghias Aljundi é defensor dos Direitos Humanos, com sede, atualmente, em Londres. Desenvolve e coordena oficinas de desenvolvimento de projetos, monitoramento e avaliação, comunicação e financiamento, além de oferecer serviços de consultoria a organizações individuais. CABRA: Por que você está envolvido com a ICORN? Estou envolvido com a ICORN nos últimos 8 anos, porque a organização fornece segurança para escritores perseguidos e jornalistas. CABRA: Que tipo de atividades você organiza com a ICORN? Este ano, participei de um workshop onde apresentei minha experiência no treinamento seguro de jornalistas (físicos e digitais). No passado, forneci a ICORN a pesquisa sobre os casos … Continuar lendo O Brasil pode contribuir para a liberdade de imprensa e de expressão

“As condições políticas que forçam jornalistas, escritores e artistas a deixar seus países não são facilmente evitáveis.”

Meu nome é Tesfagiorgis Habte. Graduei-me em jornalismo e comunicação de massa pela Universidade de Asmara. Sou jornalista e escritor eritreus. Eu escrevo ambos em Tigrigna – minha língua materna – e em inglês. Eu também tenho um vasto leque de experiência como professor e agente de relações públicas. CABRA: Por que você teve que sair do seu país? Saí do meu amado país e família pelos meros motivos de encontrar um refúgio seguro para mim. Fui preso por mais de quatro anos, dos quais passei exatamente três anos e sete meses numa pequena cela de prisão. Eu, juntamente com … Continuar lendo “As condições políticas que forçam jornalistas, escritores e artistas a deixar seus países não são facilmente evitáveis.”

A comédia como arma

Para Abduljabbar Alsuhili, a comédia é um importante meio de expressão em momentos de tensão política e de conflito. Em maio de 2014, ele estava entre os organizadores do programa Sana’a Standup Comedy que encorajava os Iemenitas de todo o país a fazer uma audição para participar de apresentações ao vivo e vídeo num país onde a comédia é uma forma subdesenvolvida. Suas transmissões do YouTube ganharam dezenas de milhares de visualizações. Alsuhili passou a montar a plataforma #war_comedy que apresentava comediantes stand-up usando humor para enfrentar a guerra no Iêmen, criticando todos os grupos armados e políticos envolvidos. Como membro … Continuar lendo A comédia como arma