O programa Artist in Residence, com Johanna Lindstrom

johannalindstrom.jpg

Atualmente trabalho como Coordenadora do Programa de Residência Literária e Cidades de Refúgio em Västra Götaland, na Suécia. Começamos um novo programa, Artist in Residence, para escritores e tradutores, aberto a convidados internacionais. Dê uma olhada no nosso site: www.airlitteraturvastragotaland.se. Já trabalhei como professora, em diferentes museus, como produtora de exposições e escritora de manuscritos para exposições, além de coordenadora de festivais literários. Minha educação da Universidade de Gotemburgo combina literatura, história de ideias e ciência, história da arte e filosofia.

Johanna Lindstrom, coordenadora do Programa de Residência Literária e Cidades-Refúgio em Västra Götaland, na Suécia.

 

CABRA: Por que você está envolvida com a ICORN?

Estou envolvida com a ICORN porque considero que é essencial trabalhar pela liberdade de expressão e pelos direitos humanos. Sempre foi uma questão importante para mim e hoje em dia é mais do que nunca. Nasci e ainda vivo na Suécia, onde temos uma lei sobre o Freedom of the Press Act e uma Lei fundamental sobre a liberdade de expressão. Isso é muito importante para mim. Mas estes são direitos que temos que proteger e desenvolver, à medida que o mundo se tornou mais global e as novas questões das redes sociais surgem. Todos somos uma parte do mundo e sinto a responsabilidade de que a liberdade que conseguimos na Suécia esteja disponível para todas as pessoas.

CABRA: Que tipo de atividades você organiza com a ICORN?

Trabalho como coordenadora do nosso município Västra Götaland, que se juntou à ICORN como membro da Região, em 2014. A decisão política foi apoiar os Havens Seguros em nosso município, com suporte financeiro e com um coordenador para ajudar, em questões práticas, aos municípios que desejam se juntar à rede, auxiliando-os a se prepararem para receber um escritor convidado. Viajo em nossa área para reuniões com políticos e funcionários locais. Informo as prefeituras sobre nossas instalações, para ajudá-los a começar. É importante que as cidades ou municípios que desejam trabalhar com essas perguntas tenham a chance de conhecer a ICORN, a rede que temos e o suporte do nosso município, que podemos oferecer. Muitas questões surgem nessas sessões. Organizamos reuniões, inclusive com as prefeituras que ainda não são membros. Sempre há muitas perguntas e temos reuniões regulares com nossas cidades-membros. Pensamos que esse trabalho está em andamento e que é importante que trabalhemos juntos na construção de conhecimento e que nos ajudemos mutuamente. Oferecemos também oportunidades para conhecer nossos clientes e para eles se conhecerem mutuamente e conhecerem as cidades um do outro.

CABRA: Qual a importância da ICORN para você?

Realmente aprecio os valores da ICORN, resumidos nas palavras Proteger, Promover, Participar. E acho que todos os que têm a oportunidade de abrir sua cidade e de oferecer um abrigo seguro devem fazê-lo. Também é importante que a ICORN enfatize a não violência dos candidatos a um refúgio seguro.

CABRA: O que você acha do Brasil se juntar à ICORN?

Acho muito positivo que o Brasil se junte à ICORN. Para se tornar um membro da ICORN e ser um refúgio seguro e receber um escritor convidado, você tem a oportunidade de trabalhar em nível estrutural com questões de liberdade de expressão e de direitos humanos, em seu próprio ambiente. Ao mesmo tempo, é um ato concreto de solidariedade e, em alguns casos, você está realmente salvando vidas, quando dá a alguém a chance de encontrar uma nova casa e um lugar para continuar seu trabalho. Um trabalho que pode ser essencial para tantas pessoas. Também acho que este ato é um forte sinal para o mundo que você está pronto para defender o direito de todos aos direitos humanos e à liberdade de expressão.

 

Para saber mais sobre as residências:

http://www.airlitteraturvastragotaland.se/

 

16/06/2017

Download the original here

Anúncios